Sexta-feira, 23 de Junho de 2006

O toiro toxicodependente

Ao abordarmos o tema da toxicodependência bovina entramos num profundo abismo e neste caso em concreto irei analisar os animais lidados no Campo Pequeno, com o ferro Rosa Rodrigues e sob os quais se levantaram suspeitas.

 

O touro bravo pertence à especie dos Bovinos Selvagens que cientificamente se denomina como “cornnus aphiadus fuura” e resulta da relação entre a Vaca Brava, em latim “commere paridis”, e do Semental, em latim “cummere cubriris dormiris” e nesta lógica e tal como sucede com o ser humano coloca-se-nos uma questão:

 

Gostaria a Vaca Brava e o Semental ver o touro seu filho metido no mundo da droga?

 

Fica a questão para meditarem e á qual eu respondo: Não, não há touros drogados!

 

Cientificamente falando, na relação Massa Muscular/Teor Gordura x Ganho Médio Diário/Peso Nascença, pudemos concluir que uma rês como a lidada no Campo Pequeno, 4 anos, 600 kg e depois de aplicada a formula obteríamos o valor de 3,8045MS/PL os que nos indica que para drogar um animal com estas características seria necessário:

 

  • Droga Dura – 128 ml/m2 de  bovino;
  • Droga Mole – 727,5 ml/m2 de bovino.

 

Como se pode concluir, seria impossível drogar este animal. Importa salientar que nestes cálculos não foram considerados os valores em Unidades Forrageiras ingeridas pelo animal nem o Índice de Arraçoamento.

 

Como causa dos comportamentos estranhos das reses lidadas e após um aprofundado estudo encontro como justificação o tempo que os animais estiveram embolados o que causou  que se desse a reacção química entre Al/Cl - símbolos químicos do Alumínio do copo da embola e do Cabedal da mesma – o que provocou o efeito de estufa provocando assim o amolecimento do tecido córneo libertando toxinas que se alojaram no cérebro através dos vasos sanguíneos. Se a tudo isto juntarmos o efeito causado pelas particulas libertadas pelos materiais com cheiro a novo, designadamente a tinta dos curros que possui componentes toxicos aquando no seu estado novo, concluimos que todos estes ingredientes logicamente afectam o normal raciocínio das reses e condicionará o seu comportamento em praça.

Este é um fenómeno cientifico que não é novo e já existia no século passado.

 

Espero ter desta forma esclarecido o fenómeno dos toiros drogados que afinal não o são.

 

Saudações Zootaurinas,

Alexandre Zooarte "Aiveca"

 

 * Alexandre Zooarte "Aiveca" é Licenciado em Zootécnia pela Universidade onde estudou e trabalha na empresa onde está empregado como responsável máximo do seu posto. Foi forcado do Grupo de Montemor. Actualmente é aficionado!

 

Com o patrocinio:

 

                                               Vacinas Alkaria

                            “Se injectasse com Alkaria já o toiro não caía!”   

 

 

escrevido por grandestouradas às 01:01
link do post | dizer qualquer coisita aqui | favorito
|

NOTA EDITORIAL

Esta publicação privilegiará sempre a defesa da moral e bons costumes sempre em nome da festa. Pretendemos assim brincar de forma séria!! A todos um muito Obrigado!

pesquisar Grandes Touradas

 

Abril 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
18
19
20
21
24
25
26
27
30

Touradas recentes

ULTIMA HORA: Rui Ranhinho...

Mémé programa temporada d...

Sardinhada on Tour 09 by ...

Ultima Hora depois: Toure...

Loirena esclarece tudo!

Tauromaria estreia novo s...

Exclusivo - Corante de La...

De Re-regresso para mais ...

Noticia de Última Hora e ...

Francisco Magoado em Espa...

Vencedor do Passatempo GT...

Nova Festa do Forcado

Moura on Tour 2008

Novo Grupo de Forcados

Toureio Calado candidato ...

CHUPA NO DEDO- Novo Album...

Passatempo GTi - Campo Pe...

Quase última hora: Diego ...

Bronzeadito de Portugal c...

Nova Temporada

Arrecadação

Abril 2009

Junho 2008

Maio 2008

Novembro 2007

Outubro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Abril 2007

Março 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Atalhos e Aceiros

Livro de Honra

Venha daí esse comentário. No caso de ofensas teremos somente o trabalho de o remover!!! É só clicar mesmo aqui por baixo!!
Toca a assinar 

grandatourada@sapo.pt